7 dicas para ganhar dinheiro na internet

Com as facilidades proporcionadas pela tecnologia, é cada vez mais comum encontrar pessoas que buscam ganhar dinheiro na internet, seja como forma de ter uma renda extra ou até mesmo tornar a sua principal fonte de recursos financeiros. 

De fato, as facilidades colhidas nesse formato de trabalho são bastante interessantes, e acabam por oferecer oportunidades que valem a pena, o que faz com que algumas pessoas prefiram deixar uma vaga formal de trabalho para empreender no mundo virtual. 

É também frequente encontrar casos de funcionários que perderam o emprego e utilizaram a sua verba rescisória para dar início a um novo negócio digital. 

Com dinheiro em mãos, é possível desbravar uma série de segmentos, seja para trabalhar com a venda de produtos naturais para emagrecer rápido ou mesmo para comercializar roupas infantis em plataformas de marketplace famosas no mercado. 

Nesse sentido, a internet é um campo ilimitado quando se pensa em maneiras de ganhar dinheiro, dada a quantidade de possibilidades. Assim, quanto mais a pessoa se identifica com uma determinada área, maior chance de sucesso ela terá. 

Isso porque o trabalho virtual não está relacionado apenas ao comércio de itens. Muito pelo contrário. Hoje há quem atue como afiliado, vendendo o produto de outros estabelecimentos, ou mesmo oferecendo cursos e treinamentos virtuais. 

Vale mencionar que quem está procurando uma oportunidade de atuar de modo profissional no mundo virtual também pode estar em busca de melhores condições de vida, como ter um trabalho home office, com menos estresse ou cobranças.

Sendo assim, há uma série de alternativas para se ganhar dinheiro na internet, mas é o empenho e a vontade de crescer que determinará se haverá sucesso nessa jornada. 

Então, se você já estava buscando uma maneira de trabalhar de modo virtual, mas ainda não encontrou uma opção interessante, este conteúdo pode ser do seu interesse. 

Por isso, siga na leitura deste artigo e conheça algumas das principais formas de ganhar dinheiro na internet, conquistando a sua independência financeira ou alcançando a renda extra que vai melhor ainda mais o seu orçamento familiar. 

1. Venda produtos em diferentes plataformas

Muitas pessoas podem ter a falsa impressão de que para vender algo na internet, é necessário montar um site com e-commerce. Essa é, de fato, uma possibilidade, mas talvez ela demore algum tempo para ser lucrativa do jeito que se espera. 

Não à toa, muitos empresários decidem investir na atuação em plataformas de marketplace conhecidas no mundo virtual, desfrutando de um alto tráfego de compradores e conseguindo, assim, serem mais facilmente encontrados pelos usuários.

Quem acessa esses grandes sites sabe que é possível encontrar uma infinidade de itens disponíveis para compra, tais como:

  • Peças de roupas;
  • Produtos de beleza e higiene;
  • Materiais escolares;
  • Eletrodomésticos;
  • Eletrônicos;
  • Livros;
  • Artigos de cama, mesa e banho;
  • Brinquedos;
  • Entre muitos outros.

Assim, seja para vender sacola kraft lisa ou para anunciar etiquetas adesivas, quem possui experiência no ramo gráfico pode ter maior sucesso ao encontrar um fornecedor desses produtos e oferecer um bom atendimento ao cliente nessas plataformas. 

Isso é fundamental, principalmente porque a concorrência também está ali vendendo produtos, e quem oferece melhores condições para o público certamente é o que terá resultados mais interessantes. 

É importante ressaltar que o vendedor não deve abandonar os seus planos de abrir a loja virtual. Inclusive, ele deve ter em mente cada etapa de crescimento do site, como a expansão do estoque e a contratação de motoboy pequenas encomendas.

Mas, a princípio, pode ser válido compaginar as duas alternativas, o que vai potencializar o número de vendas e de clientes. 

2. Faça parte de programas de afiliados

O programa de afiliados é outra das possibilidades para se ganhar dinheiro na internet. Ele funciona de modo bastante prático, o que significa que quem decide atuar com essa alternativa torna-se um promotor de vendas virtual. 

Nessa modalidade, o afiliado se une a uma plataforma e encontra produtos, como um curso de aula particular piano, e precisará encontrar meios de divulgá-lo, de modo que consiga um número interessante de vendas e ganhe comissão em cada uma delas. 

É válido ressaltar que o afiliado não está preso a um único produto, podendo atuar com diferentes nichos e aumentar ainda mais as suas chances de ter uma renda maior. 

3. Crie um produto virtual

Quem tem habilidades ou uma formação mais específica pode utilizar esse conhecimento para criar um produto virtual e comercializá-lo na internet. Há várias possibilidades: cursos online, ebooks, treinamentos, palestras, aulas avulsas, consultorias, etc.

Uma nutricionista que entende a dor do seu público pode vender um ebook com receitas fit, ou mesmo anunciar uma consultoria de dieta semanal para emagrecer, despertando o interesse das pessoas e conquistando novos pacientes. 

Essa ideia vem ganhando cada vez mais adeptos, sendo um dos ramos mais promissores para os próximos anos. Afinal, quem ainda não adquiriu um curso virtual certamente o fará em breve. 

Por isso, se você tem um conteúdo que merece ser conhecido pelas pessoas, não deixe de criar o seu produto virtual e consiga mais uma renda diretamente pela internet. 

4. Busque vagas de freelancer

Existem algumas plataformas virtuais que reúnem pessoas que buscam serviços avulsos, o que movimenta bastante o mercado de freelancers

Em geral, esses clientes estão procurando por serviços de redação, de designer e de programação, encontrando no site algumas propostas que podem ajudá-la a suprir a sua necessidade. 

Sendo assim, quem tem experiência em algumas dessas áreas pode encontrar boas oportunidades de ganhar mais dinheiro, ao mesmo tempo em que monta o seu portfólio e se torna mais conhecido no meio. 

5. Tenha um blog

Os blogs são páginas virtuais que ganharam o seu espaço na internet e podem conquistar uma série de visitantes e leitores, o que aumenta a sua popularidade e abre algumas alternativas para se ter uma renda digital. 

O dono da página pode tratar sobre o assunto que desejar, dando sempre preferências para pautas que estão relacionadas ao tema central do blog, que pode ser, por exemplo, de produtos de beleza. 

Ali, em uma postagem, o escritor pode falar sobre um shampoo manipulado para oleosidade, dando dicas de estabelecimentos que fabricam esse item, o que pode levar alguns novos clientes para esses locais. 

Com esse tipo de estratégia, é possível monetizar o blog, negociando artigos patrocinados ou incluindo banners de propagandas na página, sendo que essas ações vão trazer lucros para o site. 

Por isso, uma alternativa para ganhar dinheiro na internet é a monetização da sua página. 

Mas, para que ela não se torne cansativa para os leitores, é importante selecionar bem o que será divulgado ali, para que os conteúdos vistos sejam coerentes com o tema do blog.

6. Responda pesquisas online

Outra possibilidade interessante para quem quer ter uma renda extra pela internet é se inscrever em sites especializados em pesquisas, que oferecem recompensas financeiras para quem responde aos seus questionários. 

Em geral, esses sites possuem clientes que estão conhecendo o mercado e querem lançar um novo negócio, como o de confecção de adesivos personalizados, ou um novo produto, como um determinado item de maquiagem.

Assim, eles precisam ter opiniões de possíveis compradores para aperfeiçoar o que estão lançando, e estão dispostos a pagar por elas.

Dessa forma, responder pesquisas virtuais também é uma maneira de ganhar valores complementares para o seu orçamento. 

7. Seja um influencer

Quem gosta de redes sociais e possui uma quantidade considerável de seguidores pode se tornar um influencer digital, sendo este um profissional que recebe patrocínio de algumas marcas para divulgar produtos ou serviços. 

Para que isso seja possível, é importante que o influenciador tenha um público engajado, que considere as suas opiniões e esteja disposto a apostar nas indicações. 

Com isso, ele certamente conseguirá ter uma série de patrocinadores interessados no seu trabalho, o que vai trazer um retorno bastante positivo em termos financeiros. 

Nesse caso, trabalhar o seu perfil é essencial. Por isso, não deixe de apostar em ações que tragam mais seguidores, utilizando um talão para sorteio de um item interessante, postando conteúdos relevantes e tendo uma presença agradável e marcante para o público. 

Considerações finais

Como foi possível ver, existem várias formas de ganhar dinheiro na internet, de modo que encontrar aquela que for mais conveniente para você, ou mesmo conciliar duas ou mais opções, é fundamental. 

Trabalhar virtualmente traz uma série de benefícios. Além de evitar alguns desgastes comuns com deslocamento para o trabalho, também é possível ter maior qualidade de vida e conquistar uma renda cada vez maior.

Por isso, se você gostou das dicas mencionadas neste artigo, não deixe de colocá-las em prática o quanto antes, e alcance a sua independência financeira trabalhando pela internet.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Mude sua Rotina de Breno Ribeiro Marchesini – MSR

O curso Mude sua Rotina de Breno Ribeiro Marchesini – MSR é perfeito a você que está procurando por dinheiro.

É isso mesmo, estamos falando a quem gosta e procura dinheiro incessantemente.

Sabia que dá pra vender diariamente na internet trabalhando poucas horas por dia?

mude sua rotina

Breno Ribeiro Marchesini é um especialista em marketing digital e vendas na internet que já faturou mais de R$3 milhões de reais.

E atualmente, já ensinou mais de 65 mil alunos a mudarem de vida.

Basta ter um notebook ou celular que possua acesso à internet e pronto, já pode começar a faturar.

Quer aprender a vender na internet e saber como funciona o curso MSR do Breno Ribeiro Marchesini?

Então nos acompanhe até o final do conteúdo e deixe um comentário caso tiver alguma dúvida.

Sem maiores delongas, vamos lá. Leia conosco!

Tenha seu Próprio Negócio Online

Está cansado de depender de uma renda única mensalmente? Quer ganhar mais e não sabe como?

E se eu te dissesse que com o curso MSR é possível construir algo próprio?

Vender pela internet se tornou uma mina de ouro para muitas pessoas, principalmente aqui no Brasil.

Está cada vez mais fácil faturar dinheiro vendendo diariamente sem nem ter contato com alguém, no conforto de casa.

Mas, é necessário aprender com quem realmente sabe.

Bruno Ribeiro Marchesini é um especialista em marketing digital e vendas na internet, que com somente 23 anos já faturou 3 milhões de reais!

Para Quem é o Curso MSR?

criador do curso mude sua rotina Breno Ribeiro Marchesini

Mas, para quem exatamente é o curso MSR do Breno Ribeiro Marchesini?

Existe um público específico que pode trabalhar pela internet usando o curso como base? Eu posso?

Com toda a certeza, todos podem faturar muito dinheiro usando o curso, principalmente se você faz parte de algum dos grupos abaixo.

Busca Aumentar sua Renda Mensal?

Caso esteja buscando alguma renda extra pra complementar seu salário, então o curso MSR de Breno Ribeiro Marchesini é perfeito.

Isso porque ele lhe auxiliará a construir sua renda extra sem gastar muito do seu tempo diário.

Como mencionaremos a seguir, os seus ganhos irão de acordo com o quanto trabalhar diariamente.

E em pouco tempo de trabalho diário, logo após já ter seu funil de vendas na internet bem estruturado, já é o suficiente pra faturar muito.

Garanta sua vaga no Mude sua Rotina de Breno Ribeiro Marchesini!

Está Desempregado? MSR Vai te Ajudar!

Como mencionamos, o quanto trabalhar estará de acordo aos seus ganhos, ou seja, quanto mais tempo tiver, melhor.

Caso esteja procurando um emprego e já está cansado de receber respostas negativas, então o curso MSR também é ideal.

Chega de empregos cansativos que consomem todo o tempo do seu dia com algo que você não se importa.

Construa você mesmo o seu patrimônio, construindo algo sólido pra si, e não aos outros.

Caso esteja desempregado e procurando alguma renda principal, foque nos ensinamento do treinamento MSR.

Basta ter um celular ou um notebook com acesso à internet e pronto.

Procura o que Fazer Depois da Aposentadoria?

A nossa vida passa rápido demais e em algum momento precisamos descansar.

Teoricamente, a aposentadoria deveria ser um momento de descanso para as nossas cabeças e corpos.

Mas, sabemos que não é bem assim que funciona. O dinheiro ganho pela aposentadoria está cada vez menor.

E é nesse momento que você pode ganhar ainda mais com o Mude sua Rotina de Breno Ribeiro Marchesini.

Já pensou em ganhar dinheiro sem nem sair de casa? Apenas no conforto de sua sala ou quarto?

Pois saiba que é possível, vendendo pela internet todo dia, todas as horas usando diversos macetes que o curso ensina.

E então, está esperando o que pra começar a vender?

O que aprenderei no curso MSR?

o que vou aprender no curso mude sua rotina ?

Mas, o que eu irei realmente aprender no curso? Veja os principais tópicos:

  • Encontrará clientes de maneira fácil e prática;
  • Criará um mindset de um empreendedor digital;
  • Aprenderá a criar um negócio online do absoluto zero e aumentar as suas vendas e faturamento.

Além disso, ao garantir a sua vaga no curso MSR, irá adquirir gratuitamente os seguintes bônus:

  • Especialização em facebook ads;
  • Terá um suporte exclusivo para dúvidas e ajuda no whatsapp;
  • Um módulo exclusivo ensinando a transformar seu instagram numa máquina de fazer dinheiro;
  • Conhecerá a estratégia do robô de vendas, onde conseguirá vender todos os dias de maneira automática;
  • Triplicará seu faturamento em menos de um mês.

E então, o que achou das vantagens que o curso oferece? Quais delas achou realmente interessante?

Despertou o interesse em aprender a vender diariamente pela internet? Já pensou em nunca mais trabalhar para outras pessoas, mas somente para si?

Vale ressaltar que o curso é dum dos mais procurados atualmente no Brasil. Portanto, garanta sua vaga o quanto antes, pois elas são limitadas.

Venha pra seleta lista de pessoas que garantiram a sua independência financeira graças a dicas únicas do Breno Ribeiro Marchesini com o Mude sua Rotina!

Ficou alguma dúvida em relação ao conteúdo que trouxemos hoje? Conte a nós, comente abaixo!

Até a próxima!

Como retomar o crescimento da sua empresa após a crise

Por conta da pandemia, o empreendedorismo no mundo está sofrendo grandes mudanças, afinal, essa alteração brusca na rotina e a diminuição da demanda estão afetando todos.

Muitas mudanças estão acontecendo, e não se sabe quando as coisas vão se normalizar novamente. Dúvidas e incertezas têm acompanhado o dia a dia de milhares de profissionais e gestores.

Como ficará a situação após essa crise? Quando ela vai acabar? Como sobreviver em meio a tantas dificuldades? Infelizmente, essas dúvidas têm acometido empresas de pequeno, médio e grande porte.

Mesmo as gigantes do mercado, as marcas mais famosas de diferentes produtos e serviços têm sofrido uma recessão única na história. Nem mesmo a crise que abalou o mundo em 2008 deixou tanta insegurança.

O fato é que, mesmo diante deste cenário, é possível se reinventar e descobrir novas possibilidades, que antes as empresas nem imaginavam que existiam.

Este momento pegou todos de surpresa, mas não é a hora de se lamentar e esperar pelo pior. É o momento de se preparar para que, quando tudo acabar, os negócios possam fluir normalmente.

Pensando nisso, trouxemos neste artigo algumas dicas para que o seu negócio se fortaleça, reinvente-se e possa sair melhor dessa situação.

Como agir em tempos de crise?

As empresas de pequeno e médio porte serão fortemente impactadas pela crise que o mundo está vivendo, trazida pelo novo coronavírus.

Trata-se de um momento em que, principalmente, o comércio está sendo impactado, afinal, são considerados, em sua maioria, fornecedores de produtos e serviços que não são essenciais no momento.

É fato, também, que as pessoas estão evitando a compra de muitos produtos, apesar da necessidade. Até mesmo um quiosque para shopping precisa descobrir maneira de continuar vendendo, mesmo que numa demanda menor.

Isso porque todo empreendedor que está na linha de frente desses negócios precisa arcar com muitas despesas, como:

  • Salário;
  • Aluguel;
  • Contas de água e luz;
  • Impostos.

Por isso, este não é o momento para entrar em desespero, mas sim de buscar soluções inovadoras que ajudem o negócio a sobreviver. Dentre elas podemos destacar:

1.    Corte custos e faça negociações

Mesmo para pequenas e médias empresas, existem alguns custos que podem ser evitados neste momento. Por exemplo, é possível ajustar a compra com os fornecedores de acordo com a demanda.

Se uma pequena revenda de rufo galvanizado estava acostumada a vender 100 itens por mês e agora está vendendo 50, é o momento de ajustar com os fornecedores a quantidade de material para fabricar apenas a quantia esperada.

Além disso, existem alguns contratos que podem ser revisados, como os gastos com aluguel, condomínio, etc. 

Por lei, neste momento, o pagamento integral do valor pode ser considerado injusto para pequenas empresas, como uma loja de shopping.

2.    Realocação de verba

Além de cortes e negociação de valores a pagar, a empresa pode apelar para a realocação de verba. 

Trata-se de uma maneira de usar o dinheiro de um gasto eliminado para algo mais importante para a organização.

Por exemplo, uma fábrica de display, enquanto boa parte de seus funcionários está em período de home office, pode usar valores economizados com gastos como alimentação na empresa e investir em uma reserva para os próximos meses.

3.    Pensamento estratégico

O pensamento estratégico organizacional diz respeito ao alinhamento da visão e das metas de uma empresa. Para isso, é necessário ter uma mente bem apurada.

A união de perspectivas e objetivos varia conforme a situação vivida, e isso diz respeito tanto ao ambiente interno quanto ao ambiente externo.

O gestor pode ser mais aberto e possuir uma visão mais prudente, fazendo dele um pensador estratégico.

Também existem aqueles gestores mais fechados e inconstantes, com raciocínio mais focado no curto prazo. Neste caso, sua organização mental é menor.

Já o gestor estratégico procura nivelar os desafios que está enfrentando agora, tendo como base uma visão apurada do negócio.

4.    Aumento da produtividade

Tem sido muito difícil para os profissionais, estando em home office, manterem a concentração no trabalho diante de tantos acontecimentos e tantas mudanças.

A equipe administrativa de uma empresa de terceirização de portaria precisa lançar mão de algumas estratégias para conseguir aumentar sua produtividade.

Para isso, é necessário conhecer bem a equipe, cortar o que não é necessário e identificar os ladrões de produtividade. Dentre os principais podemos citar:

  • Subestimar ou superestimar o tempo;
  • Reuniões desnecessárias;
  • Uso excessivo do e-mail;
  • Interrupções constantes.

Além disso, também é importante investir em conhecimento e saber equilibrar a vida profissional com a vida pessoal.

5.    Treinamentos on-line

Os treinamentos são a principal maneira de manter o funcionário sempre atualizado sobre seu próprio trabalho e assuntos relacionados que o desenvolvam como pessoa e profissional.

Eles estão presentes no dia a dia de qualquer empresa, como uma de remoção industrial, por exemplo. Mas em tempos de crise, muitas empresas acabam deixando de lado esse investimento importante.

Por causa da pandemia, o mais recomendado é transmitir esses treinamentos de maneira on-line, para que os colaboradores possam ver em casa.

Para isso, existem ferramentas que permitem a transmissão de vídeos para muitas pessoas ao mesmo, o que libera a veiculação de reciclagem para todos os colaboradores.

As vantagens da crise para as empresa

É difícil imaginar que uma crise seja de alguma maneira positiva. Quando falamos essa palavra, logo nos vêm à mente as piores situações, como desemprego em massa, problemas financeiros irreversíveis e até falência.

Realmente, todos esses riscos existem, no entanto, junto com a crise também vem a oportunidade de se reinventar.

Crises acontecem devido a uma ruptura na maneira em que vivemos, e no caso do novo coronavírus, ele mudou, e muito, a maneira como as pessoas vivem e trabalham.

Sair de uma situação segura e conhecida, para partir para uma situação insegura e desconhecida assusta todas as pessoas. Isso porque ela exige uma rápida tomada de decisão, mudanças repentinas e uma série de adaptações.

Tudo isso acontece para que possamos vencer o novo cenário que se impõe perante os negócios. Então, nisso paramos de desperdiçar energia com tudo aquilo que pode ser considerado supérfluo.

Dessa forma, pode-se focar as energias naquilo que realmente importa, sendo que a crise traz momentos positivos, como:

Crescimento

O gestor de uma fabricante de conexões galvanizadas pode ter suas forças e potencialidades reveladas para enfrentar o novo cenário.

É comum que essas habilidades permaneçam inativas e até escondidas durante muito tempo. 

Então, além de revelar habilidade que já temos, uma crise pode fazer com que as pessoas desenvolvam novas habilidades.

Autoconhecimento

Quando passam por um momento de crise, as pessoas precisam se reconectar a quem elas realmente são. Ou seja, elas precisam buscar a verdadeira essência delas.

Isso faz com que elas percebam quais são as ferramentas internas que possuem e também aquelas que precisam desenvolver.

Todo esse período de reflexão e de experimentar novas habilidades faz com que as pessoas ampliem seu autoconhecimento. 

Ou seja, elas se tornam capazes de conhecer melhor a si mesmas – e com os gestores não é diferente.

Uma crise como esta que está sendo trazida pelo coronavírus pode fazer com que uma loja de sala de TV planejada tenha mais controle sobre o negócio, melhorando sua tomada de decisão.

Colaboração

Mesmo para os representantes das maiores empresas do mundo, um cenário tão balançado e incerto como esse pode deixá-los frágeis e precisando do máximo de ajuda possível.

Por isso o trabalho em equipe é tão importante. É ele que oferece todo o suporte que o gestor precisa para ter mais de uma cabeça pensando no momento.

Inclusive, podemos observar que isso acontece entre as pessoas, simplesmente pelo fato de que qualquer crise pode unir o ser humano. Essa mesma união pode e deve acontecer dentro das empresas.

É dessa maneira que o cenário é superado e que os negócios estarão prontos para se manterem de pé quando tudo isso passar.

Conclusão

Quem é administrador ou dono do seu próprio negócio está sentindo na pele o receio desse problema que estamos enfrentando. É tanta incerteza e desafio que fica difícil, até mesmo, de enxergar o que nos espera na próxima semana.

Mesmo assim, é hora de se reinventar e pensar nas possibilidades de mudança que a crise pode trazer. Apesar de negativa, ela pode até mesmo fazer com que a empresa descubra que pode se manter de muitas outras maneiras.

Seja mudando alguns processos de sua produção, realizando cortes ou arriscando uma nova modalidade de trabalho, tudo é um experimento válido para que quando as coisas melhorarem, os negócios, como uma fábrica de toldos em lona, estejam ainda mais fortes.   

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Como fazer uma gestão eficiente na crise

A gestão de crise, como o próprio nome já diz, consiste em atividades direcionadas para redução de prejuízos, em um momento de disrupção, seja por motivos internos ou externos, diante dos processos normais dentro de uma organização. 

Ou seja, é uma forma de gerenciamento do trabalho para evitar a crise.

Por vezes, nem sempre a crise está relacionada com aspectos diretamente ligados à empresa. 

No caso dos motivos externos, como uma crise econômica, por exemplo, os negócios são afetados, sendo preciso realizar certas atitudes para administrar os problemas de forma coesa e eficiente.

Vale dizer que, considera-se crise qualquer ruptura violenta com a normalidade de uma dada situação. 

Quando ela ocorre, pode acarretar em várias consequências, inclusive na qualidade de vida e segurança das pessoas, bem como na sobrevivência das empresas.

Por conta disso, a falta de uma gestão de crise, de controle e a desorganização nos negócios pode colapsar uma companhia. 

No entanto, há como administrar os momentos de crise, mesmo em cenários de grande instabilidade econômica.

O artigo de hoje vai tratar justamente sobre como fazer uma gestão eficiente na crise e recomendar algumas práticas para uma boa administração.

Ficou interessado(a)? Então, acompanhe a leitura!

Afinal de contas, o que é gestão de crise?

A gestão de crise é um método que pretende unir forças administrativas da empresa, com o intuito de reduzir os prejuízos causados por problemas externos ou internos.

Por exemplo, uma nova lei ambiental que modifica o coprocessamento de resíduos e, assim, todos os negócios envolvidos com esse tipo de trabalho devem fazer um gerenciamento para se adaptarem à nova realidade.

Ou seja, a gestão de crise se refere a um planejamento estratégico, que verifica as situações que mudam as atividades normais de uma empresa.

Além disso, esse gerenciamento não é importante apenas em momentos atípicos, mas ao longo de toda a vida da organização, uma vez que leva tempo para consolidar uma marca no mercado e, qualquer boato ou situação que não foi bem contornada podem prejudicar a imagem da empresa.

Imagine que um cliente insatisfeito fez uma reclamação sobre o seu produto. Espera-se uma resposta por parte da empresa, mas quando a solicitação não é atendida ou há falta de esclarecimento, esse pequeno episódio pode resultar em uma crise interna.

Por causa disso, a gestão de crise não é algo esporádico. Ao contrário, ela é constante e que deve estar presente em todos os tipos de negócios, desde uma clínica capilar, micro e pequenos empreendimentos, até grandes multinacionais.

No planejamento de uma gestão de crise, é fundamental responder alguns questionamentos, tais como:

  • Quem é o porta-voz da empresa? Ele está preparado?
  • A sua empresa tem um plano estratégico para crise?
  • Como você lida se um problema se prolongar?
  • Como a sua empresa administra situações negativas?

Não é fácil lidar com o gerenciamento de uma crise. Mesmo em situações pequenas, toda e qualquer empreendimento, incluindo empresas de injeção plástica e outros negócios precisam ter um bom planejamento.

Em conjunto a isso, também é necessário destacar os profissionais envolvidos nessa área, com a preparação das figuras principais das empresas (media training), ou seja, o processo de preparação e treinamento dos porta-vozes do seu negócio.

Quais são os profissionais envolvidos na gestão de crise?

Em um cenário de crise, é essencial que a sua empresa esteja amparada por alguns profissionais que podem ajudar no gerenciamento dos problemas.

Os colaboradores devem ser devidamente treinados em media training, com o objetivo de aperfeiçoar sua capacidade de relacionamento com o público e com a imprensa, para que as informações possam ser transmitidas da maneira correta.

O media training ajuda também no compartilhamento de conteúdos que podem ajudar a sua empresa a se destacar, por exemplo, falando sobre os diferenciais de uma estaca strauss e o porquê o produto se destaca da concorrência.

Assim, os principais profissionais envolvidos na gestão de crise das empresas são:

  • Assessoria de imprensa;
  • Assessoria jurídica;
  • Agências de comunicação (quando houver);
  • Líderes e gestores de equipe;
  • Departamento de marketing e vendas.

Vale ressaltar que todos os colaboradores devem estar alinhados com as metas da empresa, em especial nos momentos de crise. 

Dessa forma, a comunicação com todos os departamentos deve ser transparente e objetiva, para evitar o agravamento dos problemas.

5 dicas para uma gestão de crise eficiente para sua empresa

A gestão de crise deve envolver a administração de todas as tarefas que se apresentam em um negócio, incluindo o planejamento estratégico, as inovações tecnológicas, o setor financeiro e o acompanhamento dos resultados, para avaliar o desempenho das atividades.

Desse modo, é importante compreender que uma gestão de crise eficiente demanda certas atitudes, ao lado de um olhar atento do gestor para empreender esses processos dentro da organização. Abaixo, confira algumas dicas.

1 – Faça o planejamento de algumas metas

Imagine uma indústria especializada em serviços de usinagem que deseja melhorar as suas vendas durante um trimestre, no entanto, há uma crise econômica forte que assola a região onde a fábrica está localizada.

Esta situação pode comprometer o objetivo da indústria, mas uma maneira de melhorar esse contexto pode ser com o planejamento de metas específicas para épocas de crise.

Além do mais, com um planejamento é possível se precaver contra outros imprevistos que possam surgir e resolver problemas do cotidiano de modo mais fácil, simples e direto. Isso evita que a crise possa se aprofundar dentro da empresa.

Lembre-se de incluir metas tangíveis e realizáveis, para que sua equipe se sinta motivada, já que os objetivos podem ser cumpridos.

2 – Promova treinamentos com os funcionários

Os funcionários devem estar preparados para as situações de crise. Afinal de contas, quando os colaboradores sabem como lidar com contextos específicos e estão prontos para exercer suas funções de modo eficiente, os resultados tendem a ser positivos. 

O treinamento com funcionários também ajuda a manter o engajamento das equipes e, como consequência, a vender mais. 

Por exemplo, quando os colaboradores estão envolvidos com todo o processo de fechamento de varanda com vidro, um dos serviços da sua empresa, fica mais fácil vender para o cliente.

3 – Realize uma análise detalhada de cada caso

As situações de crise se diferenciam, cada uma com a sua especificidade, dependendo do contexto. Por isso, é importante fazer uma análise detalhada de cada contexto, para que a empresa saiba como lidar em momentos atípicos.

Veja como a organização pode lidar com os problemas e quais recursos serão necessários para driblar a crise.

4 – Mantenha os departamentos alinhados

É muito importante que todos os departamentos da sua empresa estejam alinhados com os objetivos, metas e valores da organização, principalmente em momentos de crise.

Por exemplo, em uma situação onde é necessário explicar o funcionamento de um cabo polarizado, não somente o setor de produtos deve conhecer esse procedimento, mas também o departamento de marketing e os vendedores, para repassar a informação ao público e clientes.

5 – Invista em tecnologia

A tecnologia pode ajudar muito nos momentos de crise. Afinal, ela fornece ferramentas que ajudam a melhorar as etapas de produção, distribuição e venda das empresas.

Por exemplo, quando um comércio não pode abrir, por circunstâncias de crise externa, a loja pode vender a espuma acústica para estúdio em plataformas online, como marketplaces, e-commerces, até mesmo pelas redes sociais.

Além disso, a tecnologia ajuda no mapeamento de processos, que é fundamental para visualizar quais estratégias têm efeito positivo ou negativo e, com isso, adaptar novos métodos de gerenciamento de crise.

Alguns softwares são extremamente eficazes para esse controle, facilitando a análise, bem como o planejamento de ações futuras para momentos de crise.

Conclusão

Fazer o gerenciamento de crise é uma forma de não deixar que o cenário já instaurado por motivos internos ou externos se deteriore ainda mais, prejudicando não só a imagem da empresa, mas podendo levar à falência da organização.

Por conta disso, a gestão de crise é recomendada não somente quando o cenário está em evidência, mas sim, deve ser encarada como um processo, onde é necessário que todos os colaboradores estejam integrados para o comprometimento da empresa.

Sendo assim, a gestão de crise identifica as ameaças e elabora um planejamento, a fim de reduzir riscos em todos os departamentos: jurídicos, ocupacionais, econômicos, de mercado, entre outros.

Além disso, é importante ressaltar o papel do gestor dentro desse contexto, pois ele será o profissional responsável pelo protagonismo das ações administrativas de crise e, mais do que isso, trabalha como um porta-voz da empresa. 

Desse modo, o gestor deve saber como falar com o público, explicar os possíveis desdobramentos e lidar com os colaboradores.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Como Ganhar Dinheiro com Facebook

O Facebook é enorme e quase todos estão no Facebook hoje em dia. Esta plataforma de mídia social número um tem mais de 1,71 bilhões de usuários ativos a cada mês e o número ainda está crescendo.

O Facebook se tornou um meio para as pessoas se conectarem com outros, compartilharem seus pensamentos e até mesmo para fins de marketing através das Páginas de Fãs, que agora são simplesmente chamadas de páginas.

Quase todas as empresas, negócios, artistas, celebridades e até pessoas normais têm hoje uma página de fãs no Facebook. É totalmente possível ganhar dinheiro com o Facebook usando a plataforma da página de fãs, e isso é exatamente o que você vai descobrir aqui.

Você vai aprender os 3 passos simples de como gerar dinheiro a partir do conforto da sua casa usando o Facebook.

Passo #1 – Criar uma Página de Fã

O primeiro passo que você precisa fazer é criar uma página de fãs. E é livre para fazer isso. Desde que você tenha uma conta no Facebook, você pode criar uma página. O tópico da sua página de fãs pode ser qualquer coisa, mas é melhor construir uma página com base no nicho que você está tentando entrar.

Certifique-se de escolher a classificação adequada para a sua página, pois cada categoria tem características diferentes. Mais importante, nomeie corretamente a sua página. Você pode escolher um nome que reflita o seu negócio ou usar o mesmo nome do seu negócio. Depois de criar uma página, a primeira coisa que você precisa fazer é preencher os detalhes na seção “Sobre”.

Aqui é onde o seu público e fãs podem ver os detalhes da sua página. Se você tem um site, você também pode criar um link para ele aqui. Ninguém vai confiar em uma página sem uma foto de capa, então escolha uma foto de perfil que possa representar você ou seu negócio. Pode ser a sua própria foto, ou pode ser o logotipo da sua empresa. É claro que você pode sempre mudar as fotos de tempos em tempos de acordo com a sua necessidade.

Passo #2 – Construa um público

Depois de criar sua página de fãs, a próxima coisa que você precisa fazer é construir e aumentar seu público. No início, sua página de fãs terá zero fãs. Você mesmo pode gostar da página e convidar seus amigos da sua conta no Facebook para gostar da página que você acabou de criar. Isso irá instantaneamente o número de “Curtir” e dar alguma credibilidade à sua página. Quanto mais “Likes” você tiver, melhor porque simplesmente reflete o número do seu público.

Existem algumas técnicas que você pode usar para atrair “Gostos” e seguidores. Uma das maneiras mais fáceis é promover a sua página através da publicidade no Facebook. Você terá que gastar algum dinheiro, mas valerá a pena, especialmente no início, onde isso dá um impulso à sua página de fãs.

Além disso, você pode promover sua página de fã através da publicação de conteúdo. Quando você postar algo em sua página, seu público ou as pessoas que gostaram de sua página verão a postagem.

Como resultado, eles podem optar por ignorar, comentar ou até mesmo compartilhar o post. Quando alguém compartilha seu post, seus amigos verão o post e isso fará crescer organicamente seu público.

Marketing viral é uma palavra popular quando se trata de marketing em mídias sociais. O comerciante tenta criar um conteúdo digno de compartilhamento e espera que o conteúdo se torne viral. Em outras palavras, quando você compartilha algo e ele se torna viral, milhares e até milhões de pessoas irão compartilhar e ver o post. Isso vai aumentar drasticamente a exposição da sua página de fãs.

Passo #3 – Monetizando Sua Fan Page

Agora, uma vez que você tenha uma página de fãs e tenha construído um público decente com ela, é hora de você colher a recompensa através da monetização da página. Há três maneiras de como você pode fazer isso.

1. Patrocine um Post

A primeira e mais fácil maneira de rentabilizar a sua página de fãs é através do patrocínio de um post. Funciona exatamente como um post patrocinado no mundo dos blogs. O anunciante vai querer comprar um post patrocinado de você porque você tem um público decente. Isso significa simplesmente que você está vendendo posts para outros.

2. Funciona com o seu público para um site monetizado.

O segundo método também é o mais comum, que é canalizar seu público para outros sites e você ganha dinheiro com isso. Por exemplo, se você tem um site promovendo um produto, você pode promover o site através da sua página de fãs no Facebook. Isto irá conduzir o público da sua página de fãs para o seu site.

Você pode promover e vender qualquer coisa que você ache que esteja relacionada à sua página. Se você não tem um site, você também pode promover os produtos de outras pessoas através do marketing afiliado.

Uma maneira fácil de entender isso é que você pode se tornar um afiliado da Amazon e começar a vender usando sua página no Facebook. Tenha em mente que esta técnica não se aplica apenas a produtos físicos, ela pode funcionar para produtos digitais, como ebooks, cursos de áudio e vídeo.

3. Vender através da Loja de Aplicativos do Facebook

A opção final é criar e administrar uma loja vendendo diretamente no Facebook. Observe que este método pode não ser tão eficaz quanto vender a partir do seu próprio site, mas é perfeitamente aceitável. Tudo o que você precisa fazer é configurar uma loja usando o aplicativo de aba e você pode conectar sua loja com serviços como o Shopify.

Uma vez que você tenha configurado sua página de fãs, você precisa se esforçar e ter tempo para crescer e manter sua página de fãs. É melhor postar algo fresco regularmente para manter seu público engajado.

Finalmente, se você quiser saber o desempenho da sua página de fãs, você pode conferir a seção “Insights” da sua página. Você pode aprender tudo o que precisa saber sobre seu público e como sua página se comporta lá.

Considerações Finais

Tendo dito tudo isso, a chave para ganhar dinheiro com a página de fãs do Facebook não é tão difícil quanto você imagina, mas é preciso esforço e tempo para aumentar o tamanho do público. E quando você tem o público, especialmente o público engajado que é fiel à sua marca ou site, você pode fazer dinheiro mais fácil e rápido.

Assim, coloque seu foco no crescimento de sua base de fãs, se você está levando a sério a geração de dinheiro usando o Facebook. Para conhecer nosso trabalho, acesse nosso treinamento de conversas automáticas no Facebook, o Robô Milionário.

Dicas para ganhar um dinheiro extra

Geralmente, as pessoas que desejam aumentar suas finanças cortam suas despesas, como vender Consórcio de um bem de alto valor. Mas apenas cortar custos não da resultados, a menos que você já ganhe muito dinheiro e gaste pouco, a maioria das pessoas não pode aumentar sua renda apenas reduzindo as despesas. 

Além disso, quanto mais você se retrai, mais sua qualidade de vida sofre, se você deseja aumentar seus fluxos de receita, lembre-se: as oportunidades de ganhar dinheiro extra aparecem para pessoas de todos os níveis de experiência. 

Esse dinheiro extra pode ser gasto para ajudá-lo a  pagar dívidas, aumentar seu patrimônio líquido  ou criar uma poupança. Seja qual for o seu desejo, confira algumas dicas de como ganhar uma grana extra abaixo.

Inicie um blog

Se você gosta de escrever e é apaixonado por um tópico específico, iniciar um blog é uma ótima maneira de iniciar um negócio secundário de baixo custo com pouco dinheiro, além de procurar uma empresa para comprar seu consórcio não contemplado e se livrar desta enorme divida.

Tudo o que você precisa para começar é um nome de domínio, algum suporte on-line básico e uma cabeça cheia de ideias para compartilhar.

Dirija para Uber ou 99 taxis

Empresas como Uber e 99 oferecem uma grande oportunidade de ganhar dinheiro rapidamente. Você precisará de um registro de direção limpo, um carro relativamente novo e a autorização para trabalhar onde quer que esteja. 

Se você tiver todas essas coisas, poderá trabalhar quando for possível, seja no meio do dia na hora do rush ou nas primeiras horas da noite em um fim de semana você pode ganhar dinheiro. Mas lembre-se, procurar uma empresa de compra de consórcio é sempre uma forma de se livrar de uma divida.

Use um cartão de crédito que lhe pague

Alguns cartões de crédito de reembolso recompensam os clientes toda vez que fazem uma compra. Neles você recebe uma porcentagem dos seus gastos de volta no cartão como crédito.

Ao colocar seus gastos diários no cartão, você pode ganhar centenas de reais por ano, mas é importante evitar gastar mais do que você pode pagar no final do mês, assim como vender para uma empresa de compra de consórcio sua cota, pois as taxas de juros provavelmente superam as recompensas.

Solicite um aumento

Obter um aumento é uma excelente jogada, pois não exige que você troque mais tempo por mais dinheiro. Você está investindo a mesma quantidade de tempo, mas pagando um salário maior. 

Mas é sempre um pouco complicado pedir um aumento quando sua empresa já o tem com seu salário atual. Você tem que fazer uma forte argumentação para mostrar que merece o aumento. 

Agora se você está em busca de uma empresa confiável de compramos consórcio para se livrar de uma dívida, você pode contar com a Consorcio na Web que fica localizada no endereço: Praça Dr. Sampaio Vidal, 265 – 6º andar – Sala 65 – São Paulo – SP – Vila Formosa – CEP: 03356-060. Você pode entrar em contato pelo telefone: (11) 2785-1845, com toda certeza eles podem te ajudar!

Empresas que Contratam para Trabalhar pela Internet – CONHEÇA 5 DELAS!

Empresas que Contratam para Trabalhar pela Internet estão se tornando cada vez mais presentes no mercado atual.

Olá, tudo bem?

Hoje vamos falar um pouquinho mais sobre uma nova alternativa de trabalho, uma nova fonte de renda.

Estamos falando do trabalho em casa, feito pela internet, onde se gera renda extra a partir de diversas formas diferentes.

Não é de hoje que a tecnologia está avançando cada vez mais, e isso faz com que a vida das pessoas mudem.

Trabalhar pela internet é uma das principais mudanças impostas pela tecnologia.

Ela tem auxiliado principalmente as pessoas que não se encaixam no mercado comum, ou que não gostam de patrões.

Além disso, a série de benefícios é imensa, esses que também iremos citar no conteúdo de hoje.

Portanto, acompanhe-nos até o final e aprenda como trabalhar em casa pela internet.

Quer saber e conhecer ainda melhor quais são as Empresas que Contratam para Trabalhar pela Internet?

Leia até o final e descubra. Não esqueça de deixar sua opinião nos comentários.

Afinal, seu ponto de vista é de suma importância para que possamos continuar trazendo um conteúdo de qualidade aqui pro blog.

Sem maiores delongas, vamos lá. Leia conosco:

Benefícios de Trabalhar pela Internet em Casa

trabalhar pela internet em casa

Mas afinal, quais são os benefícios de trabalhar nessas empresas que contratam para trabalhar pela internet?

Você deve estar se perguntando isso, afinal, além do óbvio do conforto, existe mais algum benefício?

Separamos abaixo os três principais benefícios, leia:

1# Flexibilidade

Apesar de terem regras, afinal, são empresas, a grande maioria possui flexibilidade de horários.

Ou seja, desde que a produtividade esteja em dia, pouco importa se você vai trabalhar 4 ou 8 horas por dia.

Assim, podemos flexibilizar o horário, fazer paradas ou então fazer seu trabalho em casa dias seguidos e descansar nos outros.

2# Privacidade

Privacidade nos dias de hoje é algo meio difícil de se ter no trabalho comum, parece que o patrão está lhe vigiando o tempo inteiro.

Trabalhar em casa pela internet lhe traz um nível de privacidade maior, principalmente se tiver um escritório próprio.

3# Conforto

E é claro, jamais poderíamos esquecer do conforto que é trabalhar pela internet.

Isto porque, podemos nos alimentar quando quisermos, sentar no sofá, na cama ou em lugares melhores do que uma cadeira dura.

Tudo faz parte do processo.

Conheça 5 Empresas que Contratam para Trabalhar pela Internet

Bom, agora que já lhe trouxemos alguns benefícios de se trabalhar pela internet, está na hora de conhecer as empresas que ofertam essas vagas.

Então, preste bastante atenção sobre elas.

Além disso, trouxemos um pequeno guia de cada, sobre como você pode fazer pra trabalhar em casa com as mesmas.

1# Google

Estamos falando aqui do maior serviço buscador da internet que existe em todo o planeta.

O Google pode sim funcionar como uma renda lucrativa a partir do trabalho em casa. Basta você conhecer um pouco melhor a maneira como a mesma funciona.

Porém, a forma mais lucrativa no ramo é o SEO, quando você monta um blog ou site próprio e ganha a partir do AdSense.

O AdSense é uma ferramenta de propagandas vinculadas aos sites, aquelas janelinhas que você vê nas laterais de uma página

Cada vez que clicamos em uma dessas propagandas, o dono do site recebe em dólares.

Portanto, o seu trabalho é otimizar seu conteúdo, pra trazer cada vez mais visitantes e receber cada vez mais cliques.

2# TikTok

É sério, o TikTok está pagando as pessoas pra trabalharem em casa.

Uma empresa mundialmente conhecida, o TikTok se trata de um aplicativo recente de vídeos que se popularizou rapidamente.

E como trabalhar pela internet com o mesmo?

Esse app paga em reais, e a cada indicação que você faz a um amigo ou conhecido, você acaba ganhando alguns poucos reais.

Porém, ainda existe a possibilidade de ganhar dinheiro somente assistindo os vídeos, é isso mesmo.

Então, quanto mais você fazer durante o dia, mais os seus ganhos são escaláveis.

Se é uma estratégia de marketing momentânea não sabemos, mas vale a pena tentar.

3# Dell

Uma das principais empresas que contratam para trabalhar pela internet é a Dell.

Conhecida mundialmente por seus sistemas avançados, ela contrata anualmente diversos funcionários remotos.

Você pode conferir as vagas diretamente em seu site.

Mas vale ressaltar que as principais chances são para: RH, TI, vendas e SAC.

Acesse a página de vagas da Dell.

4# Natura

Apesar de parecer utopia vender produtos cosméticos a distância, a Natura foi uma das empresas que iniciaram este processo.

Após comprar sua rival Avon, investiu pesado em consultoria online.

Além de oferecerem produtos de maneira digital, os funcionários home office da empresa ficam responsáveis por propagarem a marca em diversas redes sociais.

Acesse a página de vagas da Natura.

5# Magazine Luiza

Já pensou em trabalhar em casa vendendo móveis pela internet?

É isso aí, a Magazine Luiza foi a maior inovadora do segmento, o que fez com que suas ações triplicassem em menos de um ano.

Basicamente, a empresa fornece os produtos pra que os mesmos sejam cadastrados na sua loja virtual própria.

Também conhecido como dropshipping nacional, o trabalho em casa consiste em divulgar a sua marca.

Dessa forma, não existe gasto com logística de entrega, apenas de venda.

Estando entre as melhores empresas que pagam nesse segmento, a Magazine oferece de 8% a 12% de comissão em cima de cada venda realizada.

Estamos falando de 8 mil reais caso você vender 100 mil em um mês, um valor bem considerável pra trabalhar pela internet.

Acesse a página de parceria da Magazine Luiza e comece a ganhar dinheiro.

E então, o que achou de conhecer essas cinco empresas que pagam pra você trabalhar direto de sua casa?

Já sabia que essas empresas trabalham nessas modalidades em home office? Ficou com alguma dúvida?

Conte a nós, comente abaixo!

Até a próxima!

Redes sociais para negócios de comida: entenda porque vale a pena

O segmento de alimentos é um dos que mais crescem no Brasil, mesmo diante da crise financeira. Entretanto, por ser um dos que mais crescem é, também, um dos que mais tem concorrentes pois muitas pessoas vendem salgados trabalhando de casa.

Desse modo, quem tem um negócio de comida tem que investir em estratégias para diferenciá-lo dos demais concorrentes e atrair mais clientes.

Uma das melhores formas que temos atualmente para aquecer seu negócio de comida é divulgá-lo nas redes sociais.

Você deve estar se perguntando agora: Como divulgar negócio de comida nas redes sociais? Vale apenas investir esforços nessa divulgação?

Redes sociais para negócios de comida

Sabemos que a internet está presente no dia a dia das pessoas e que ela tem mudado drasticamente a forma de comunicação tanto de pessoa para pessoa, como de empresas e artistas para consumidores e público.

Essas novas tecnologias acabam incidindo, também, na forma como as pessoas conhecem produtos, pessoas e coisas e, consequentemente, na forma de consumo.

Desse modo, o ideal para se destacar dos concorrentes é se adequar a essas novas demandas e poder utilizar as plataformas de redes sociais para chegar ao público ideal e conquistá-lo.

Tal estratégia deve ser seguida por qualquer negócio e isso inclui, também, os negócios de comida, afinal esse serviço tem sido bastante procurado atualmente.

Por que divulgar seu negócio de comida nas redes sociais

Com a correria do cotidiano, muitas pessoas tem cada vez menos tempo para fazerem suas próprias comidas, ou mesmo irem ao supermercado comprá-las, desse modo, a venda de comidas pelas redes sociais tem se tornado uma opção cada vai mais procurada pelos consumidores.

Ademais, as redes sociais para negócios de comida são uma oportunidade acessível para oferecer esse serviço, ou seja, atualmente é bem mais fácil divulgar serviços de comida do que antes.

Veja bem: é mais fácil divulgar, porém não é menos trabalhoso, por isso, vamos te ajudar a como divulgar negócio de comida das redes sociais.

Como divulgar negócio de comida nas redes sociais

Divulgar um negócio de comida na internet é algo desafiador, pois há uma concorrência extrema e encontrar e fidelizar seus clientes é uma tarefa contínua, entretanto, as plataformas virtuais tem se tornando uma oportunidade incrível para conquistar clientes.

Divulgar seu negócio de comida nas redes sociais também necessita de um planejamento, por isso é interessante observar seu nicho: você quer fazer refeições caseiras e divulgar? Você quer divulgar seu restaurante/ lanchonete? Você quer fazer doces e divulgar nas redes sociais? Você quer divulgar nas redes sociais massas e pizza?

Existe várias opções e o interessante, para um começo, é focar em um nicho e se especializar nele, isso ajuda por dois motivos:

  • Você oferece um negócio de comida com mais qualidade para os consumidores, e
  • Você terá um maior foco na hora de colocar seus esforços nas divulgações nas redes sociais.

As principais redes sociais para vender refeições online são o Instagram e o Facebook, redes que focam bastante em fotos, então invista em fotos bonitas das comidas que você vende para divulgar nessas redes.

As fotos são a primeira coisa que o consumidor olha e elas têm o potencial de deixá-los com água na boca e tentá-los a comprar a comida divulgada. Não preciso nem comentar que as comidas não devem apenas ser bonitas, mas também saborosas, pois é isso que o cliente deseja.

Outra forma de divulgar seu negócio de comida é através do Whatsapp, disponibilize seu contato nas redes sociais para que seus clientes entrem em contato e também atualize seu Stories e Feeds com cardápios diários e promoções.

Vale apena lembrar também que as redes sociais devem ser usadas para divulgação de seu negócio de comida, mas também para criar um relacionamento e interação com seus clientes.

Vale a pena usar as redes sociais para negócios de comida?

De modo geral, divulgar um negócio de comida usando as redes sociais vale a pena, sim, pois é uma forma de marketing sem custos elevados.

Claro que é possível investir em publicidade paga nas redes sociais, mas mesmo assim você define o valor e o seu público alvo o que gera bons retornos para o negócio.

Entretanto, qualquer pessoa/empresa pode criar um perfil online nas principais redes sociais (Instagram e Facebook) sem custo algum e assim pode divulgar e interagir com os potenciais clientes.

Em se tratando de marketing digital, as redes sociais são ferramentas fundamentais e indispensáveis para qualquer negócio, incluindo o segmento de alimentação.

Através das plataformas é possível não só divulgar, como já foi elencado nesse artigo, como interagir e monitorar os dados para poder elaborar estratégias de marketing, criar campanhas e anúncios voltados para seu público de consumidores.

Desse modo, as redes sociais oferecem aos negócios de comida uma chance de se aproximarem do público e conquistá-lo de forma mais ágil sem gastos elevados.

Por outro lado, esse processo exige a divulgação correta e as estratégias voltadas para seu nicho e público, fazendo com que os resultados dependam também de sua postura e ações nessas redes, o que nos leva a afirmar que com foco é possível ver seus negócios crescerem.

Como Ganhar Dinheiro com Programas de Afiliados Usando Classificados Grátis

Aqui está mais uma estratégia para se ganhar dinheiro com programas de afiliados usando classificados gratuitos, isso mesmo, classificados! O melhor de tudo é que essa estratégia é muito simples, além de você gerar tráfego para o seu site você aumentará ainda mais suas chances de vendas de um produto de qualquer programa de afiliado que esteja divulgando.

Através das técnicas descritas abaixo, usando classificados grátis você vai conseguir gerar tráfego qualificado pelo simples fato de que se o visitante daquele site clicar em um link no qual eles estão interessados, seja um produto ou serviço que você está oferecendo, a taxa de conversão será muito maior.

Veja então as cinco principais formas de como ganhar dinheiro com programas de afiliados usando classificados grátis.

1. Encontre os melhores sites.

Existem centenas de sites classificados gratuitos disponíveis, alguns são muito bons, mas muitos não valem a pena desperdiçar seu tempo. Antes de anunciar em um site faça uma pesquisa e veja se existem serviços ou produtos similares listados para venda e se esses anúncios são recentes porque uma vez que um blog/site não tem anúncios recentes com certeza também não tem quem os compre. Não desperdice seu tempo em sites que não tenha muitos visitantes.

2. Escreva um título marcante.

Gaste o tempo que for necessário para desenvolver um título que chame a atenção e certifique-se de incluir a palavra-chave do seu produto nele. Este título é o que leva as pessoas a clicarem em seu anúncio, então ele tem que ser o mais atraente possível.

Use palavras como: lançamento, tempo limitado, gratuito, essas palavras chamam a atenção dos visitantes. Somente tenha em mente que o que esta sendo oferecido no título tem que estar no conteúdo da mensagem do anuncio, portanto não engane as pessoas. Por exemplo, ao usar a palavra “Grátis” e no anúncio não oferecer algo gratuito, seu anúncio poderá ser retirado do site e você ainda ser punido por isso.

3. Use palavras em negrito para chamar a atenção.

Use negrito no seu título e no conteúdo das mensagens para chamar a atenção. Muitos sites permitem o uso do negrito e outros cobram uma taxa para deixar em destaque seus anúncios, recomendo que teste a eficácia do site usando as opções gratuitas e depois dependendo os resultados utilize as opções pagas.

4. Anuncie regularmente.

Não espere um grande resultado com apenas um único anúncio, assim como muitas outras estratégias de vendas e geração de tráfego gratuitas o segredo é anunciar regularmente.

Procure colocar anúncios iguais e regularmente em vários sites e avalie o resultado de cada um deles. Um ponto aqui é que você tem que ter uma maneira de saber de onde seu tráfego está vindo para avaliar cada site.

A maneira mais fácil de conseguir isso é ter uma página de destino diferente para cada site de classificados que você usa, e para controlar o tráfego utilize um serviço como o Google Analytics. Como na maioria das coisas que você faz online é essencial para o seu sucesso que você acompanhe as estatísticas do seu site, caso contrário você nunca saberá o que está dando resultado e portanto não saberá onde concentrar seus esforços.

5. Leia e siga as regras de cada site.

Todos os sites têm suas próprias regras sobre o que você pode e não pode fazer. Certifique-se de segui-las sempre. Em nenhum momento tente fraudar as regras, pelo motivo de não valer a pena ter esse tipo de reputação quando descoberto, alem de que como você está tentando construir um negócio sério esse tipo de reputação pode causar danos ao seu negócio podendo levar muito tempo para se recuperar.

Ao seguir as orientações acima, você vai conseguir realizar diversas vendas de produtos que você divulga, alem de conseguir tráfego para seu site. Uma dica muito importante que deixo para finalizar é de que nunca direcione diretamente para um produto de algum programa de afiliado e sim sempre para uma página de captura de contatos relacionada ao produto que está promovendo.

Dessa forma você aumenta sua lista de contatos e trabalha a partir disso usando e-mail marketing para maximizar seus resultados. Agindo assim logo você estará ganhando dinheiro com programas de afiliados, e construindo um negócio a longo prazo sustentável e valioso.

Gostou dessas dicas? Deixe seu comentário a respeito desse artigo. Divulgue esse artigo para seus amigos clicando nos ícones da rede social que você faz parte!

Um grande abraço e até a próxima.

 

Como ganhar dinheiro com um blog de viagens

Ganhar dinheiro com blogs de viagens não é apenas um sonho, pode ser uma fonte importante de renda. Neste artigo, você aprenderá a ganhar dinheiro com um site de viagens em 2019; Você também entenderá melhor os diferentes métodos de monetização.,

Quanto você pode ganhar de um blog de viagens?

Não existe um método exato de calcular antecipadamente quanto dinheiro você ganhará em seu site. Algumas pessoas pensam que vão ganhar muito se tiverem muitos visitantes. No entanto, isso não funciona dessa maneira; Sua renda depende não apenas da quantidade de tráfego que você recebe, mas também da qualidade e do método de monetização escolhido.

Você pode assumir que seus ganhos serão entre US $ 3 e US $ 15 para cada 1.000 visitantes. Há uma grande diferença no rendimento por causa dos recursos selecionados neste negócio. A linguagem e o setor também afetará seus lucros.

As estações do ano também podem afetar seus lucros. Normalmente, o verão é a alta temporada e você pode ganhar mais do que em outros momentos. Com profundo conhecimento de uma área do seu projeto e um profundo entendimento do público, você pode aumentar sua renda.

Os blogueiros de viagem podem usar vários métodos para monetizar seus projetos. Os métodos CPA (custo por ação) e CPC (custo por clique) são as formas mais comuns de ganhar.

O ponto importante é o que escolher e como usá-lo. Por exemplo, você pode ganhar mais com o método de CPA do que com o método de CPC se tiver tráfego de boa qualidade ou conteúdo bem preparado.

Quem pode ganhar dinheiro viajando em blogs?

Mesmo se você acabou de começar um blog de viagens, você pode começar a ganhar a partir do seu site. Você precisa de paciência, autocontrole e mentalidade de um empreendedor, não de um empregado.

Para rentabilizar o seu blog de viagens, deve atrair um público-alvo, juntar-se aos parceiros adequados e, quem sabe, criar um produto ou fornecer um serviço. Atender às necessidades do leitor e colocar seu projeto no topo deve ser sua prioridade, não o dinheiro.

Marketing de afiliados e redes de CPA para um blog de viagens

O modelo CPA significa que você ganhará quando um visitante fizer uma compra clicando no link de afiliado em sua página, por exemplo: comprando um bilhete de avião, reservando um quarto de hotel, comprando uma mochila para viajar e assim por diante. No mercado afiliado, eles são chamados de leads e os webmasters são pagos para gerá-los. Para começar, você deve participar de uma rede de afiliados. Vários jogadores importantes estão no mercado:

  • Booking
  • Travelpayouts;
  • Expedia e
  • Skyscanner;

Caso contrário, você pode trabalhar com plataformas gerais, como CJ e Awin. Essas plataformas oferecem mais que serviços de viagem, então você pode usar sua imaginação para escolher quais produtos você oferecerá aos seus visitantes.

Programas afiliados de viagens

A Travelpayouts se concentra em passagens aéreas e reservas de hotel. Seus principais produtos são Jetradar.com para pesquisas de voos e Hotellook.com para hotéis. Os parceiros obtêm acesso a um conjunto completo de ferramentas: formulários de pesquisa, widgets, plugins e outros.

Graças ao Travelpayouts, você pode oferecer aos seus visitantes a oportunidade de comparar os preços dos quartos do hotel ou encontrar os melhores bilhetes de avião. Como comissão, você receberá 1,6% da receita total de passagens aéreas e 4,92% das reservas de hotel que você vendeu.

O pagamento mínimo é de US $ 50. A rede de afiliados não possui nenhum requisito mínimo para novos usuários; você pode participar agora mesmo da página oficial de inscrição.

Booking.com e Agoda são as outras opções que você pode escolher para passagens aéreas e hotéis. Você também pode vender outros serviços turísticos em suas páginas, como cruzeiros, cupons de descontos para realizar reservas em hotéis, aluguel de carros, seguro de viagem, cadastrar propriedades no booking, e assim por diante.

Rentalcars.com – uma plataforma de aluguel de carros – oferece um serviço benéfico para seus visitantes e também permite que você ganhe dinheiro. Booking.com e Agoda também oferecem serviços de aluguel de carros. O cruzeiro direto oferece uma quantidade ilimitada de viagens marítimas, enquanto o GetYourGuide é um bom site de excursões pelo qual você pode lucrar.

Redes de CPA de viagem

Você pode trabalhar com redes de CPA, como CJ ou Awin, para vender vários produtos de viagem e ganhar dinheiro com seu blog de viagens. Por exemplo, você pode participar de lojas on-line para vender roupas, tomadas elétricas, mapas e assim por diante. Neste ponto, você deve considerar quais produtos seus visitantes podem usar.

Se o seu projeto é orientado para um mercado local, pesquise os atores locais, mesmo os pequenos. Você pode encontrar oportunidades únicas para diferentes destinos, por exemplo, trabalhar com um escritório de câmbio e ganhar uma comissão para cada viajante que você atrai.

Dicas para aumentar sua taxa de conversão com redes afiliadas

A melhor maneira de aumentar sua conversão é ser criativo sobre suas ideias. Veja algumas dicas para aumentar sua taxa de conversão:

  • Sempre tente cores e tamanhos diferentes de ferramentas.

Em alguns projetos, cores e tamanhos diferentes têm efeitos diferentes em termos de atrair visitantes. Por exemplo, o vermelho pode ser atraente para rotas para a China, enquanto o branco não é. Algumas cores atraem mais atenção, mas podem distrair os visitantes do conteúdo do site. Encontre um equilíbrio entre a atenção e o conforto do seu público.

  • Acompanhe as atividades dos seus visitantes.

Você deve conhecer os interesses do seu público. Por exemplo, colete dados sobre vendas e pesquisas de passagens aéreas para ver as direções que seus visitantes preferem.

Use essas informações para criar um blog com plano de conteúdo que cubra os interesses do seu público. Ajuste suas ofertas de acordo com as necessidades de seus visitantes, o que você entenderá analisando os dados. Claro, não esqueça de tentar coisas novas.

  • Preenchimento automático.

Se você puder prever o que seus visitantes precisam, preencha o formulário com antecedência para que seus visitantes não precisem pensar tanto. Quanto menos etapas os usuários precisarem, maiores serão as chances de que eles realmente comprem os produtos ou serviços.

No entanto, se a sua previsão estiver errada e o visitante não estiver interessado no serviço que você propõe, o resultado pode ser um esforço extra para o visitante, a quem você pode perder como resultado. Não pense demais em seu visitante; encontrar um equilíbrio.

  • Coloque ferramentas de afiliados onde os usuários esperam vê-las.

Imagine que um visitante esteja lendo seu artigo sobre viagens no Japão, no qual você compartilha sugestões sobre onde ficar. O usuário quer reservar, mas… não vê uma opção para isso. Por exemplo, você colocou um formulário de pesquisa na parte inferior do artigo, onde o usuário não pode encontrá-lo facilmente.

Para evitar perder a venda, coloque ferramentas de afiliados onde o usuário espera vê-las. Pense logicamente e, é claro, não esconda ferramentas em locais de difícil acesso.

Na área de marketing afiliado, muitas pessoas bem-sucedidas obtêm lucros de sites de viagens. Olhe para os sites deles; analisar seus anúncios, vendas e colocação / escolha de ferramentas. Use suas ideias de sucesso para aumentar seus ganhos.

Um site que ganha de afiliação é https://portalhotelfazendasp.com.br. ganham comissões sobre reservas de hotéis cadastrados na Booking.com no interior de SP.

Publicidade contextual – Google AdSense

Os anúncios contextuais podem ser exibidos relacionados ao conteúdo de sua página da Web ou aos interesses dos visitantes. Esses anúncios podem aumentar seus ganhos.

O principal player no mercado internacional é o Google AdSense. Se o seu projeto trabalha com um mercado local em um idioma diferente do inglês, você pode verificar jogadores locais como o Yandex na Rússia, sClick na República Tcheca, etc.

Condições do Google Adsense:

  • Pelo menos 50 visitantes a serem aceitos;
  • Ganho médio entre 15 e 80 centavos por cada clique;
  • O pagamento é uma vez por mês;
  • Pagamento mínimo é de cerca de US $ 100, depende da moeda do seu projeto.

A qualidade do seu tráfego e a concorrência entre os anunciantes na área afetam os cliques. O rendimento médio no Google AdSense por 1.000 visualizações de página dos EUA é de US $ 3,38, enquanto o clique médio é de US $ 0,33.

Os ganhos médios no Google AdSense por mil visualizações de página na Europa (República Tcheca) são de US $ 0,82, enquanto o clique médio é de US $ 0,16.

Como aumentar sua taxa de conversão

O tráfego de um site não apenas aumenta a conversão, mas também tem um impacto enorme na monetização do blog de viagens. Vamos olhar uma situação. Você tem um blog com 1000 visitantes diariamente. Quanto é que você ganha? Três a cinco dólares em um bom dia? Se você aumentar a taxa de conversão, poderá ganhar mais com o mesmo número de visitantes.

No Google AdSense, você ganha por cliques, por isso você deve persuadir seus visitantes a clicar nos anúncios. Naturalmente, convencer abertamente seus visitantes a fazê-lo é contra as regras do AdSense. Em vez disso, teste vários métodos e escolha o melhor. A seguir, algumas ideias para melhorar sua conversão no Google AdSense:

  • Tente cores diferentes em anúncios;
  • Use diferentes tipos de anúncios;
  • Coloque-os em um lugar melhor.

Após o teste, alguns afiliados percebem que o nível de renda diminui. Se isso acontecer, você poderá retornar às condições padrão, já que elas podem ser as melhores. No entanto, não desista imediatamente; Se você iniciar o teste, aguarde pelo menos 3 a 5 dias para obter a imagem completa.

Anúncios personalizados para um site de viagens

Outra maneira de conseguir anunciantes é trabalhar por conta própria sem um intermediário. Se você tiver muito tráfego ou um blog de viagens bem conhecido, poderá atrair anunciantes personalizados. Eles lidam diretamente com você e você ganha diretamente dos anúncios sem perder comissão para um intermediário.

Existem duas maneiras de pesquisar anunciantes: passivos e ativos. De maneira passiva, você criará uma página de contato em seu site e esperará até que os anunciantes entrem em contato com você. De maneira ativa, você encontrará anunciantes enviando ofertas.

Se você criar um kit de mídia e um e-mail com seu domínio e, em seguida, enviar ofertas para empresas, poderá ser mais produtivo.

Ao enviar as ofertas, você deve individualizá-las para cada empresa. É importante descrever os visitantes de seu website e explicar ao anunciante que seu público-alvo é ideal para os negócios deles. Além disso, as estatísticas de tráfego e seu perfil de público, incluindo idades e locais, podem esclarecer sua oferta para os anunciantes.

Como alternativa, você pode simplesmente adicionar um link do Google Analytics ou o serviço usado para coletar dados.

O quanto você pode ganhar com esses anúncios depende de muitos fatores. No entanto, o valor deve ser pelo menos duas vezes maior que os anúncios em publicidade contextual. Você pode vender não apenas banners, mas também postagens patrocinadas. Os anunciantes os compram para promover seus produtos ou simplesmente como parte de sua estratégia de otimização de mecanismos de pesquisa.

Vendendo seus próprios produtos

Você pode usar seu site de viagens para vender seus próprios produtos, como diretrizes, serviços de consultoria de viagens ou seguro. Isso ajudará você a mudar de blogs para negócios. Por exemplo, se você tiver um site de viagens para a Europa ou para os EUA, poderá oferecer serviços de consultoria sobre obtenção de visto para esses países. Além disso, você pode vender passeios e mapas, ou oferecer um serviço que envia mercadorias e lembranças do país.

Para ter sucesso nessa área, você deve considerar cuidadosamente quais problemas seus visitantes experimentam e o que você pode oferecer como soluções. Você pode trabalhar com qualquer tipo de produto. Os produtos eletrônicos, como eBooks, são os mais fáceis de vender, mas não limitam suas ideias apenas a essa área. Seja criativo e sensível às necessidades dos seus visitantes.

Ideias para aumentar sua conversão

Como mencionado acima, é importante considerar e aumentar sua taxa de conversão ao tentar ganhar dinheiro com sites de viagens. Você pode ter um ótimo tráfego, mas se você tem uma taxa de conversão baixa, você não vai ganhar muito dinheiro.

Para ganhar em um site de viagens, vender seu próprio produto é principalmente uma questão de confiança de seus visitantes. Para aumentar sua conversão, você precisa aumentar a confiança dos visitantes em sua marca. A seguir, algumas dicas para aumentar sua conversão.

Para que seus visitantes confiem mais em sua marca:

  • Fornecer informações corretas sobre o seu produto;
  • Oferecer suporte rápido para ajudar seus clientes;
  • Inclua uma seção em que as pessoas possam comentar e avaliar seu produto. Isso fornece informações mais objetivas para seus visitantes.

Você também pode usar truques de marketing para aumentar sua renda:

  • Faça a oferta limitada por tempo; por exemplo, “só por hoje”;
  • Limite o número; por exemplo, para apenas 100 pessoas;
  • Para mostrar que seu produto é valioso, faça os visitantes trabalharem com desconto; por exemplo, peça para eles compartilharem seus endereços de e-mail.

Se você não é um profissional de marketing, não brinque muito com os truques de marketing, pois é muito fácil obter o resultado oposto – as pessoas vão comprar menos.

Outras maneiras de lucrar

Você pode obter não apenas dinheiro, mas também serviços, como ingressos gratuitos ou passeios para promover em seu blog. Portanto, enquanto sua renda não está na forma de dinheiro, você obtém lucro.

Você também pode pedir dicas para o seu trabalho. Você provavelmente não terá muito lucro, mas pode ser uma experiência interessante. Talvez você tenha um público muito fiel que ficará feliz em apoiar seu trabalho.

Se você viaja muito e tem uma câmera profissional, pode tirar fotos; então você pode usá-los para o seu blog ou vendê-los para empresas de fotografia. Neste caso, suas fotos devem ter alta resolução e qualidade profissional.

A empresa de fotografia mais famosa é a Shutterstock, mas tem requisitos rigorosos para serem publicados. Se você é um iniciante, comece com a Depositphotos ou outro mercado com requisitos menos rigorosos e menos concorrência.

Leia também: Como Ganhar Dinheiro Com Fotos

Travel blogging oferece um número ilimitado de idéias para obter dinheiro do nicho de viagens; compartilhe suas próprias idéias nos comentários.

Monetize sua página da web de viagens

Para ganhar dinheiro em sites de viagens, primeiro você deve saber como atrair o visitante e resolver seus problemas. Use métodos diferentes de monetização para encontrar os que funcionam melhor para seu website. Além disso, não deixe que o sucesso o leve embora. Sempre atualize seu blog; tente idéias diferentes para desenvolver seu projeto e ganhar mais dinheiro.